SDE participa de eventos voltados para Micro e Pequena Empresa em Fortaleza

Nos dias 2 e 3 de dezembro, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) participou do encontro dos Fóruns Estaduais da região Nordeste e da XVIII Convenção Nacional da Micro e Pequena Empresa, um dos maiores eventos para Micro e Pequenas Empresas (MPE) para debater sobre oportunidades e desafios para os pequenos negócios com especialistas. *

Com foco em “Oportunidades e desafios para os pequenos negócios”, foram abordados temas como, a importância dos Fóruns Estaduais, principais Ações da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (SEMPE), ações do Fórum Permanente, como implementar um Fórum Estadual, como Gerenciar um Fórum Permanente (Desafios da Secretaria Técnica).

O Diretor de Comércio e Serviços da SDE, Rodrigo Newton representou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal, que é o Presidente do Fórum Regional Permanente da Bahia. “Quero ressaltar a importância desses eventos pela discussão dos novos desafios pós-pandemia, com representantes de microempresas, empresas de pequeno porte, artesãos, Microempreendedores Individuais (MEI) de todos os estados do Brasil e as macrorregiões do Ceará. Este evento nos ajuda a planejar ações para os próximos encontros no estado”, destaca.

O encontro faz parte de um projeto do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Brasília) para orientação, disseminação e fortalecimento dos Fóruns Estaduais, para exercer o papel de apoio das diretrizes do Fórum Nacional  para realizar um trabalho em conjunto focando ações para apoio às micro e pequenas empresas.

Projeto piloto

De acordo com Rodrigo Newton, os encontros serão realizados nas cinco regiões do Brasil, o nordeste é um projeto piloto, e após percorrer as regiões será realizada um grande Encontro Nacional em Brasília com a convenção que é realizada anualmente. As micro e pequenas empresas são responsáveis por mais de 71% dos 2,5 milhões de empregos gerados no Brasil entre janeiro e setembro deste ano, segundo levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Segundo pesquisas do órgão cerca de 50 milhões de brasileiros veem a possibilidade de empreender nos próximos anos como forma de saída da crise.

O encontro foi realizado pelo Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, Governo Federal, Secretaria Especial de Produtividade Emprego e Competividade e Ministério da Economia. A Convenção do evento foi realizada pela Conampe e contou com o apoio do Associativismo 4.0, Sebrae Nacional, Fampec/CE, Monampe, Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, e patrocínio do Banco do Nordeste, Sepec/Ministério da Economia.

Estiveram presentes no encontro do Fórum, Fábio Silva (Secretário Técnico do Fórum Permanente – Subsecretário de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas,Empreendedorismo e Artesanato), Kennedy Montenegro (Secretário Executivo de Trabalho e Empreendedorismo, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho -SEDET), João Adolfo, Paulo Freitas, Maria Eneila e Henrique Reichert.

Já a Convenção contou com a participação de  Mauro Leônidas (vice-presidente da Conampe, Coordenador Privado do Comitê Temático de Formação e Capacitação Empreendedora do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), Allyany Hipólito Leal dos Santos  (Gerente Geral  do  Banco do Nordeste do Brasil), Bruno Quick (Diretor Técnico do Sebrae Nacional), Lindolfo Luiz Júnior (Diretor de Novos Negócios e Relações Institucionais do TECPAR –  Instituto de Tecnologia do Paraná), Edivan Fonseca de Miranda (Analista de Comércio Exterior), entre outros.