Salvador e Feira de Santana devem receber novas indústrias

As empresas Sete Comércio de Construção e F. Falcon Indústria de Alimentos deverão investir cerca de R$ 2,4 milhões nas implantações de suas unidades industriais, uma em Salvador e outra em Feira de Santana. O anúncio foi feito nesta terça-feira (14), durante a assinatura de protocolo de intenção, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Juntos, os empreendimentos deverão promover a geração de 198 empregos diretos e indiretos.

“A cada protocolo de intenção assinado nos mostra, cada vez mais, que estamos no caminho certo ao prospectar novos investimentos para o Esttado, Recentemente divulgamos que nos últimos 12 meses, a indústria baiana teve saldo positivo ao gerar mais de 39,5 mil empregos. Já no acumulado de janeiro a junho de 2021, o saldo também foi favorável para o segmento, com a geração de 22,4 mil postos de trabalho. Saber que os baianos terão mais oportunidades com o aumento de novos postos de trabalho resulta na melhoria de renda dos moradores locais”, destaca, Nelson Leal, Secretário da SDE.
.
A empresa Sete Comércio de Construção deverá implantar uma indústria destinada à fabricação de artefatos e armações de metal – telas, arames, telhas, malhas, treliças, estribos, colunas, cantoneiras, sapatas, chapas e metalons. Com investimentos estimados em até R$ 1,2 milhões, a unidade deverá promover a geração de até 16 empregos diretos e 60 empregos indiretos e terá a capacidade de produção prevista em 145 mil peças por ano de artefatos e armações de metal, 10 mil caixas/ano de estribos e 5 mil kg/ano de arame recozido ou torcido.

Já a F. Falcon Indústria de Alimentos pretende instalar a sua unidade em Salvador. O empreendimento é voltado à fabricação de alimentos para cães e gatos, snacks, risotos e proteínas texturizadas. O investimento será de R$ 1,2 milhões e a capacidade de produção em 300 mil kg/ano. A empresa deve promover a geração de até 122 empregos entre diretos e 75 indiretos.