Saiu Na Mídia

27/11/2020 – SEXTA-FEIRA

SDE
Yamana Gold planeja ampliar produção de ouro em até 31% na Bahia

O aporte de US$ 57 milhões será aplicado na mina em Jacobina

Links:
Correio/Online
Correio/Impresso


Correio/ Farol Econômico/Impresso


Correio/ Farol Econômico/online
Bahia Econômica
Bahia Municípios
Ubatan Notícias
Ubaitaba.com
Jornal da Chapada
Central de Notícias
Informe baiano
Ipolítica
Bahia de Valor
News Ba
Anota Bahia
Bomba Bomba
Sua Cidade em Revista
Bahia Jornal
Blog do Braga
Ilhéus Notícias
Jornal Grande Bahia
Bahia Já
Dimas Roque
Acorda Cidade
Jacobina 24h
Bahia Sem Fronteiras
O Candeeiro
Subúrbio Online
Camaçari Notícias
Rádio Clube Rio do Ouro
Ipolítica
Blog Ramos Filho
Gov Bahia


A TARDE

Aumenta produção de níquel

Diante de todas as dificuldades enfrentadas ao longo do ano, pelos moradores de Itagibá, no Sul da Bahia, 2021 vem chegando com uma ótima notícia: uma nova área para produção de níquel sulfetado

CORREIO
Niquel



Os novos investimentos do setor mineral na Bahia

Níquel
No Sul da Bahia, a Atlantic Nickel, controlada pelo grupo Appian Capital Brazil e única produtora de níquel sulfetado em operação no país, identificou uma nova área com potencial significativo de recursos para exploração do minério no mesmo cinturão geológico onde já funciona a Mina Santa Rita. Em janeiro deste ano, a Atlantic Nickel retomou as operações da mina, que já alcançou a marca de 57 mil toneladas de concentrado de níquel direcionadas ao mercado internacional e a geração de 1.500 empregos diretos.

Pesquisa mineral
Os depósitos de níquel em Itagibá foram descobertos na década de 70, pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Na década de 90, a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) delineou um depósito de níquel na região, com recursos da ordem de 40 milhões de toneladas de minério. Hoje, a mina de níquel é considerada a segunda maior do mundo, atrás apenas da Voisey’s Bay, descoberta no Canadá em 1993. Para o presidente da CBPM, Antonio Carlos Tramm, os resultados são uma mostra da importância que a pesquisa mineral tem. “Normalmente se fazem muitas tentativas, mas quando se acerta apenas uma, o resultado é maravilhoso”, diz. Este ano, a CBPM já lançou três editais e pretende lançar um de ouro e outro para níquel.

Made in Bahia
O Grupo V, resultado da união entre a Civil Mineração e o Grupo Novavia, desenvolveu o primeiro remineralizador da Bahia, o Vulcano. A empresa investiu em tecnologia e pesquisa para agregar valor aos seus ativos minerais e trazer soluções em fertilização e revitalização do solo. Nos últimos 20 anos, o mercado nacional de fertilizantes cresceu a uma taxa média anual de 5,4%. Somente em 2019, foram importadas 30 milhões de toneladas de produtos do tipo.

BAHIA ECONÔMICA
Cooperativa da Bahia está entre melhores produtores de café

Terra fértil, água farta e uma gente forte nunca faltaram em Barra do Choca, no Planalto da Conquista, a pouco mais de 500 quilômetros de Salvador. O que faltava para um incremento vigoroso da economia local, alcançado nos últimos anos, chegou com os programas Vida Melhor e Bahia Produtiva. Com este apoio, os agricultores familiares de Barra do Choça — organizados em uma cooperativa fundada em 2007 — despontam entre os maiores produtores de café da Bahia e entre os melhores do Brasil.

GRUPO CIVIL APOSTA EM SUSTENTABILIDADE PARA AGRONEGÓCIOS
A prática da rochagem, conhecida também como remineralização do solo, é uma forma de fertilização que traz algumas vantagens em relação às fontes solúveis de fertilizantes, como disponibilização mais gradual dos nutrientes, fazendo com que processos de perdas por lixiviação sejam minimizados. Diante desse cenário o Grupo V, que é o resultado da união da Civil Mineração com o Grupo Novavia, desenvolveu o primeiro remineralizador da Bahia, o Vulcano. Alinhado com os mais atuais conceitos de sustentabilidade, o Grupo V investiu no desenvolvimento em tecnologia e pesquisa para agregar valor aos seus ativos minerais e trazer soluções em fertilização e revitalização do solo.

BAHIA BA
Bahia lidera geração de empregos no Nordeste, com 16,4 mil novos postos de trabalho
Dados do Caged sobre o mês de outubro fazem do estado o sexto em geração de empregos em relação a todo o país

JORNAL DO BRASIL
Em 2050, energia mundial será gerada por fontes renováveis
Embora a pandemia da covid-19 tenha causado uma queda no consumo de energia em todo o mundo, o segmento de Energias Renováveis conseguiu manter…

Rádio Lider
Começam obras do novo parque éolico brasileiro em Uibaí


CANAL ENERGIA
Estudo mede impacto de eólicas em indicadores socioeconômicos
Publicação disponível no site da Abeeólica aponta crescimento do PIB e do IDH