Mercado de Paripe passa por desinfecção total como prevenção ao coronavírus

Com o intuito de conter o avanço da pandemia do coronavírus na Bahia, o Mercado de Paripe passou por uma desinfecção total na manhã desta segunda-feira (15). Na ação, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), em parceria com a do Secretaria do Planejamento (Seplan) e o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), foi utilizado hipoclorito de sódio a 1% na higienização da área dos boxes, internos e externos, entradas, áreas de convivência e estacionamento.

“O trabalho de descontaminação no Ceasa e mercados do Estado é de extrema importância para a segurança dos permissionários e clientes. Neste momento de pandemia, a desinfecção é essencial para a segurança e higiene do local. Com essa ação em Paripe, buscamos diminuir a curva de contágio do Covid-19 aqui na Bahia”, destaca o vice-governador João Leão, titular da SDE.

De acordo com a SDE, neste mês de junho serão realizadas outras desinfecções totais em mais dois mercados do Estado – Ogunjá e 7 Portas -, e haverá a segunda desinfecção no Centro de Abastecimento do Estado (Ceasa).

“Este é um trabalho preventivo que vem sendo executado com muita competência pelo Corpo de Bombeiros para combater o avanço do Coronavírus, na medida em que amplia a segurança sanitária no local”, ressalta o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.

Para o comandante-geral do CBMBA, Francisco Telles, o Mercado de Paripe é um local com fluxo intenso de pessoas que trabalham com alimentos, por isso é essencial a ação preventiva. “Essa é só uma parte das ações de combate à Covid-19, o uso da máscara e a higienização das mãos também continua essencial”, explica.