Na Amcham Salvador, SDE defende unidade do Nordeste para negócios

A importância de o Nordeste trabalhar unido, buscando descentralizar o desenvolvimento e trazendo investimentos para o interior da região foram assuntos defendidos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), nessa quinta-feira (13), durante o evento Nordeste 2020, promovido pela Amcham Salvador. A câmara de comércio americana é composta por empresas brasileiras e internacionais.

De acordo com Paulo Guimarães, superintendente de Atração de Investimentos e Fomento ao Desenvolvimento Econômico, um bom exemplo dessa união é o Consórcio Nordeste, que tem o governador Rui Costa como presidente do colegiado. Ele explica que são duas questões fundamentais para o desenvolvimento da região: primeiro, a reforma tributária, que auxiliará em um equilíbrio maior do país, permitindo que os produtos do Nordeste sejam competitivos e, segundo, a melhoria de sua infraestrutura, já que o escoamento da produção é fundamental para qualquer tipo de empresa.

“Temos buscado conversar com as empresas e mostrar a capacidade que a gente tem de receber novos investimentos. Nos últimos três anos, o governo baiano foi o segundo que mais investiu no país em infraestrutura. Só ano passado, foram mais de R$ 2 bilhões em projetos estruturantes, tanto em mobilidade urbana quanto em infraestrutura logística. Garantimos ainda um ambiente de negócios saudável, temos regras claras e cumprimos tudo aquilo que acertamos com as empresas, garantindo que elas virão para cá e encontrarão no estado um parceiro”, afirma Guimarães.